Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Gato Pardo

Para quem conhece, vocês estão mais que vacinados. Vocês não conhecem isto? São maiores de idade? Trazem o vosso cartão de cidadão, boletim de vacinas e resgisto criminal? Não? Fantástico!!!

Gato Pardo

Para quem conhece, vocês estão mais que vacinados. Vocês não conhecem isto? São maiores de idade? Trazem o vosso cartão de cidadão, boletim de vacinas e resgisto criminal? Não? Fantástico!!!

O que fazer quando tudo é estranho, está mal ou acaba? Brinca-se, obviamente. A vida é curta demais para levar demasiado a sério.

25.06.15publicado por Gato Pardo

Incomoda-me o sofrimento alheio.

Embora tenha feito um esforço hercúleo para me tornar extremamente egoísta ao longo dos anos (objectivo cerca de 60% alcançado), os restantes 40% da equação não me deixam ser tão besta insensível quanto se calhar deveria (mas ainda vou a tempo, isto é como o Vinho do Porto, só pode melhorar...).

Embora não tenha grande perfil de psicólogo (odeio casacos de tweed, não tenho consultório e o orçamento não me permite ter uma chaise longue da Chateaux D'Ax), não raras vezes sou o quiosque sentimental onde tanto(a)s amigo(a)s procuram explicações para o inexplicável. Porquê? Porque basicamente as minhas teorias absurdas conseguem fazê-lo(a)s sorrir no meio da desgraça ou rir perante a ruptura anunciada.

Hoje deixo-vos alguns exemplos dos quais me recordo de várias perguntas pertinentes e respostas simplesmente absurdas. Porque o amor tem destas coisas.

 

- Os homens são todos uns idiotas...

- Não podia concordar mais. Olha o meu caso, estou a falar contigo ao telefone às 4 da manhã quando devia estar no meu sétimo sono...

 

- Será pedir demais um homem em condições?

- Não é impossível mas mais depressa encontras um político honesto ou o Fernando Mendes a sofrer de anorexia...

 

- Não entendo as mulheres...

- Deixa lá, elas também não fazem grande questão de compreenderem os homens. A única diferença é que elas já chegaram à conclusão que é tempo perdido.

 

- Sinto-me amarrado nesta relação...

- Ela obrigou-te a ver o 50 Sombras de Grey, não foi?

 

- Ela diz que já não há romantismo na nossa vida. Ainda ontem fomos jantar fora.

- McDonald's não conta como jantar romântico, you cheap bastard...

 

- Achas normal ele ter panca de role play a envolver fantasias de fábulas da Disney?

- Depende. Por favor, diz-me que não é ele que se veste de Branca de Neve...

 

- O sexo é um desastre. Praticamente não há diálogo.

- Isso são más influências de todos aqueles filmes do Manuel de Oliveira que vocês vêem...

 

- Qual é o segredo para lidar com os homens?

- Paciência, álcool, drogas leves e inteligência, todas elas em doses moderadas. Se nada disso resultar, o lesbianismo é sempre uma vertente a considerar...

 

- Não consigo esquecê-la...

- É normal. Passas a vida no perfil de Facebook dela... Sabes, existe agora uma nova tecnologia que ajuda a resolver essas questões de lembrança permanente.

- Qual?

- O botão de Delete...

 

- Quando estamos mal, é o caos. Mas quando estamos bem, ele leva-me ao céu...

- Para teu bem, espero que não seja pela Malasya Airlines...

 

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.